Duas Escolhas

Numa terra em guerra, havia um rei que causava espanto.

Cada vez que fazia prisioneiros, no os matava, levava-os a uma sala, que tinha um grupo de arqueiros em um canto e uma imensa porta de ferro do outro, na qual haviam gravadas figuras de caveiras.

Nesta sala ele os fazia ficar em crculo, e ento dizia:

- Vocs podem escolher morrer flechados por meus arqueiros, ou passarem por aquela porta e por mim l serem trancados.

Todos os que por ali passaram, escolhiam serem mortos pelos arqueiros.

Ao trmino da guerra, um soldado que por muito tempo servira o rei, disse-lhe:

- Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?

- Diga soldado.

- O que havia por trs da assustadora porta?

- V e veja.

O soldado ento a abre vagarosamente, e percebe que a medida que o faz, raios de sol vo adentrando e clareando o ambiente, at que totalmente aberta, nota que a porta levava a um caminho que sairia rumo a liberdade.

O soldado admirado apenas olha seu rei que diz:

- Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a arriscar abrir esta porta.

Quantas portas deixamos de abrir pelo medo de arriscar? Quantas vezes perdemos a liberdade, apenas por sentirmos medo de abrir a porta de nossos sonhos?



 Radio Lideranca FM 94,7 - Abaete/MG   |   Grupo DPA de Comunicacao e Hotelaria

Copyright © 2012 GO Multimídia